22/10/06

TERMINUS 19: O REGRESSO DO SUPER-MÁRIO

Mário Augusto está de volta aos ecrãs. Aos ecrãs, aos posters, aos cartazes. Sinceramente, não me lembro do genérico antigo do ’35 mm’, mas porra! O homem ‘tá assim um bocado a puxar ao egocêntrico. Agora deu-lhe em pôr a cara em tudo quanto é capa de filme. Não lhe bastava assassinar a língua de quem entrevista em fundo azul; ainda tem de estragar as capas.
É só por isso que esta ideia das capas me revolta. Se ele soubesse falar inglês como deve ser ou, pelo menos, como um aluno do sexto ano, aí tudo bem. Mas não. Tanto tempo nos Estados Unidos; conhece tanta gente e no fim é o que se vê. Até o Lauro Dérmio falava melhor inglês que o Mário. Sim, era uma personagem fictícia, era no gozo, mas pelo menos aí era de propósito e nós ríamos-nos; com o Mário, o caso é mais para chorar. Até um mudo fala melhor inglês que ele.
E há quem diga que o Mário não entrevista os seus convidados pessoalmente. Que o Mário está num sítio, o convidado noutro e é tudo editado em pós-produção. Quanto a isso não sei. É verdade que raramente fazem um plano conjunto a não ser quando se cumprimentam e mesmo aí fica a dúvida. Basta que nos lembremos do ‘Forrest Gump’ e daquela cena em que o Tom Hanks aperta a mão ao Kennedy para que a suspeita fique atiçada.
Pessoalmente, não me faz qualquer diferença se os convidados estão lá ou se estão na lua ou onde quer que seja. Para ser sincero, prefiro que não estejam. Vejam a coisa assim: até agora só há suspeitas; sinal de que a equipa técnica está a trabalhar bem. E depois há outra; o programa já vai com alguns anos. Se os convidados fossem todos entrevistados pelo Marinho, o programa tinha ficado pelo piloto.
E daí não sei. Afinal de contas, eles são pagos por entrevista. E são actores. De certeza que conseguem manter um ar mais sério enquanto falam com o Mário. Eu acho que não seria capaz. Mas também não sou actor.
Para terminar aqui ficam duas sugestões. Primeiro, um substituto para o lugar do Mário, caso lhe aconteça alguma (esperemos que não): o Donaltim. É da SIC e, apesar de andar sempre com uma mão enfiada no rabo, suspeito que fale melhor inglês que ele.
Segundo – e esta é mais delicada –, tornar o ‘35 mm’ mais popular fazendo uma versão porno. O título seria ‘35 cm’. Mas aí não poderia ser o Mário a apresentar. Teria de ser o Jamal. E poderiam continuar com a cena das fotomontagens. Só que desta vez seria o Jamal a assumir o lugar principal. Mas como a tecnologia é boa; talvez se conseguisse encaixar o Mário nalgum pixel. Antes isso que encaixar um pequeno pixel nele.
Apaga! Apaga! Ai o que eu fui dizer…

1 comentário:

Maria Papoila disse...

Eu falo melhor inglês k o mario
Tu falas melhor inglês k o mario
Nós falamos melhor inglês k o mario
... ja deu para perceber a ideia!?!
Por acaso não sabia que havia teorias da conspiração que defendem que o programa era editado... ja apredni qualquer coisa contigo hoje, o dia ja valeu a pena lol!
Bjiis ex-mestre das fotocopias
[só hoje é que vi o link para o meu flog... graci*]