21/08/10

TERMINUS 147: INFORMAÇÃO EM AGOSTO

Num qualquer dia do mês de Agosto abrimos um jornal e é isto que lemos:
Governo pondera sacrificar raparigas virgens para diminuir o défice. Vai ser difícil nos dias de hoje, mas nunca se sabe.
Finanças detêm sem-abrigo por suspeitas de rendimentos não declarados. Veio-se confirmar mais tarde que aqueles dois cêntimos não foram ofertados e sim encontrados por acaso. Após o pagamento da respectiva taxa, o sem-abrigo pôde ir à sua vida.
Numa aldeiazinha bem no interior do país, uma velhinha queixa-se de não ser abusada ou aldrabada por ninguém. A senhora pede ajuda para fazer participar num daqueles programas de plásticas para, e cito, “ver se alguém me pega”.
Empresas de lavagem de dinheiro abrem concurso para escolha de novo detergente. A decisão final terá lugar daqui a três dias e contará com a presença da ASAE para verificar se o dinheiro fica mesmo bem lavado.
Estudo conclui que Fármaco anti-tabaco causa suicídio. Um outro estudo indica que o preço também.
Em Moimenta da Beira, foi detido um homem suspeito de ter morto os próprios pais à machadada. Quando levado perante o Juiz, o homem pediu clemência uma vez que era órfão.
Mais uma notícia inesperada. Uma mulher caiu do sexto andar e morreu. O que vale é que teve morte rápida.
Associação de Mutilados de Guerra cessa funções. Nas palavras do director Semedo Lopes, “O projecto já não tinha pernas para andar.”
No campo da ciência, foram publicados dois estudos muito interessantes. No primeiro um grupo de peritos em gastronomia conclui que “Comida de plástico afinal não é de plástico” No segundo, cientistas descobrem que “se não respirarmos, morremos”.
No desporto não se passou nada hoje. Mas houve rumores de um campo pelado preso por atentado ao pudor. Tentaremos desenvolver mais esta notícia durante as próximas horas.
Segue agora uma sugestão cultural: “Coisas doces sem açúcar”, o best-seller de Manuel Luis Goucha, vai ser adaptado para teatro de marionetas. A encenação do espectáculo ficará a cargo de Filipe La Féria. Confirmada está já a presença de Diogo Morgado como a bavaroise de ananás e de Soraia Chaves como a mousse de marmelos.
Por fim, uma história curiosa para todos nós pensarmos um pouco. Isaías Montevideu, desempregado e desconfiado, vivia sozinho. Os dias eram difíceis, o futuro pouco promissor. Rezava por uma oportunidade, uma chance de melhorar a sua vida. E um dia a sorte grande bateu-lhe à porta, mas como tinha ar de ser testemunha de Jeová, Isaías não abriu. E foi expulso ontem de casa por não ter pago a renda dos últimos seis meses.
A informação segue dentro de momentos.

Sem comentários: