01/01/11

TERMINUS 198: UMA DROGA DE ARTIGO

Então? Como foi essa passagem de ano? Agora que começam a acordar e a tomar noção do que fizeram na noite passada, nada melhor do que um artigo leve para vos deixar bem-dispostos. Vou só aguardar que lavem a cara. Estão todos prontos? Aquela senhora também? Peço desculpa, não era uma senhora. Era o José Castelo Branco. E cá está. A piada sobre o José Castelo Branco.

Vamos lá então ao nosso artigo. O Instituto da Droga e da Toxicodependência anda preocupado com uma droga que anda a fazer estragos por esta Europa fora. Essa droga já matou dois jovens no Reino Unido e é ilegal em Portugal e em outros 13 países da União Europeia. Se tivermos em conta que a União Europeia é composta por 27 Estados Membros, basta convencer um deles a mudar de ideias. Dica: Portugal tem bons índices de corrupção. Porque não começar por aí?
A droga em questão tem o nome científico de mefedrona. E vamos ficar pelo nome científico, porque se queremos ter um artigo sério, ainda que divertido, sobre este tema, não podemos dizer que o nome de rua desta droga tão nefasta é miau-miau.
Ora bolas! Pronto, 'tá dito, 'tá dito. Mais vale aproveitar e gozar. Vamos então aos trocadilhos na forma de comentários ditos por pessoas inventadas por mim.

Miau miau? Parece uma droga um pouco abichanada.”
Kiko, cronista social de Arronches

Prefiro ão-ão.”
Bóbi, terrier de Ourique

Estes cartões do Metro são uma merda pra fazer filtros. É só químicos esta porcaria.”
Jimmy, junkie de Olivais Sul

Paremos um pouco com a brincadeira, porque este é um assunto sério, e passemos à parte delicada da questão. Eu acho muito mal que Portugal seja um dos países a considerar esta droga uma substância legal. Penso que, tal como já se faz em outros países, nós também devíamos punir, não só quem vende, mas também quem consome esta droga. Sorte tiveram os dois bandalhos que morreram no Reino Unido. Se fosse cá, ainda tinham de pagar uma multa.
O grande problema do miau-miau não tem que ver com o seu tráfico, o seu consumo ou as suas consequências para a saúde. Se fosse só por isso, por mim haveriam lojas com vitrinas cheias de miau-miau para quem quisesse ir lá comprar. O problema está precisamente no nome. Inventem-se as razões que quiserem, a verdade é que esta droga só é legal em Portugal porque... cá vai: Portugal tem neste momento um Governo PS que aprovou o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Como tal, não será este Governo a ilegalizar uma droga com nome bicha. É tudo política, meus caros.
É verdade que há registo de 37 mortos relacionados com esta droga. Mas nem todos morreram por causa do consumo. Os dados não apontam quais as verdadeiras causas, mas suponho que alguém possa ter morrido por levar com uma palete de miau-miau na mona. Já o meu pai me dizia quando era miúdo (eu miúdo, não o meu pai): pesa tanto um quilo de miau-miau, como um quilo de ecstacy, a diferença está mais no nome.
Portanto, se nunca consumiram esta droga, continuem assim. Entretenham-se com outras drogas que achem interessantes. Caso contrário, parem o que estão a fazer e vão já imediatamente deitar fora todo o vosso stock de miau-miau pela sanita abaixo. Eh! Esperem lá! Onde é que vão todos? Calma! O artigo ainda não acabou! Ainda não... Ainda faltava a piada sobre o...
Feliz 2011.

Sem comentários: