09/07/11

TERMINUS 263: ANDAR A PÉ

Porque é que dizemos "eu, pessoalmente" quando estamos a falar de nós próprios? Será que o facto de se estar a falar na primeira pessoa não chega para se perceber que é uma opinião pessoal? Não se diz "ele, pessoalmente" ou "tu, pessoalmente". O "pessoalmente" é sempre eu. E eu pessoalmente acho isto estúpido.
Como é que eu lido com isto? Praticando desporto. Ou melhor, andando a pé. Não é um desporto, mas também cansa. E parece fácil, só que não é. Tirar a carta e andar de carro daqui para ali, qualquer um faz, agora andar a pé... é preciso saber. Vê-se só por isto: um gajo demora quase um ano para aprender a andar a pé. Quanto tempo é que demora para aprender a andar de carro?
E andar a pé não cria vícios. Eu vejo o que acontece aos condutores quando ficam proibidos de conduzir. Geralmente são aqueles que viajam nos lugares da frente dos autocarros e vão a viagem toda a pedir ao motorista.
"Deixe-me conduzir só um bocadinho, vá lá! Eu sei o caminho!"
É a ressaca. A malta que anda a pé não sofre disso. Outra coisa boa de andar a pé: costuma ser grátis, não quer dizer que seja sempre. Há quem goste de pagar 25 euros para subir e descer degraus ao som de música ritmada. “Desde que comecei que me sinto muito mais leve,” diz o cachalote que vai do segundo andar para o rés-do-chão de elevador e depois de cada aula repõe as calorias perdidas com uma injecção de calda de açúcar.
Quem foi a alminha que chamou ao step desporto? Aquilo é subir e descer um degrau. Mais nada. Passadeira rolantes. Andar devagar, andar depressa. É preciso gastar dinheiro nisso?
O tempo que uma pessoa gasta de casa até ao ginásio, a subir e descer as escadas, quando finalmente chega lá já não precisa de treinar mais.
Eu vejo as coisas da seguinte forma: se for possível organizar um campeonato, é desporto; senão é perda de tempo e dinheiro. Imagino como será um campeonato de step. Nem ponho a hipótese de não existir. É uma ideia estúpida, logo existe. O que é que avaliam? São pessoas a andar. Categorias: coxos, mutilados e pessoal com duas pernas. Seria uma competição interessante de se ver. Bizarra, mas interessante.

Sem comentários: